O presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo acaba de confirmar que não sabe a quantas anda quando quer usar a crítica política, num comunicado emitido por um Gabinete de Imprensa pago por todos os vianenses mas de que abusa para fazer propaganda, como no caso da reacção à recente Cimeira Ibérica.

Na reunião realizada em Baiona, os Chefes de Governo dos dois países acordaram finalmente para a necessidade de criação de um projecto de valorização conjunta do património cultural transfronteiriço apostando no turismo sustentável. Leia o comunicado aqui: http://viana.us/oamuo

No entanto, o autarca de Viana do Castelo amuou por não lhe terem apoiado o dinheiro público que gastou numa “petição” reclamando o fim do roaming quando a própria da Comissão Europeia, pela mão do português Carlos Moedas, tem já em curso a directiva que irá num futuro próximo acabar com tal “taxa” ao abrigo da Agenda Digital Europeia.

Como se não bastasse, José Maria Costa usou mais dinheiro público para emitir um comunicado onde diz que «a inutilidade desta Cimeira Ibérica» foi «paga com dinheiros públicos dos contribuintes portugueses e espanhóis, depois de intensas reuniões e acaloradas decisões sobre o nada». Confira aqui: http://viana.us/politicamenteabsurdo

Seria bom que o autarca começasse a dar aulas de gastos de dinheiro público a alguns parceiros de “coligação” no desenvolvimento económico do concelho e na VianaFestas!

Anúncios