Mas o autarca de Viana não acerta uma

Usando a “fórmula dos comunicados do Eixo Atlântico”, o Presidente da RIET, da CIM, da Câmara de Viana e de outras coisas mais mandou publicar um comunicado onde se diz que como «no passado dia 30 de abril, os governos da Bélgica e Luxemburgo acordaram que os seus reguladores telefónicos eliminem as tarifas de roaming entre utilizadores de ambos os países» também Portugal e Espanha devem fazer o mesmo. Sucede que a “notícia” é mentira.

Diz o diário WORT ou CONTACTO na versão portuguesa: «O roaming entre a Bélgica e o Luxemburgo vai acabar, para os clientes da JOIN, depois de as entidades reguladoras da comunicação dos dois países terem dado luz verde ao pedido feito pela operadora.»

Mas o artigo também explica que «a má notícia é que por agora só um dos operadores do Luxemburgo vai por em prática a medida» e que «a JOIN, que resulta de uma “joint-venture” entre a JOIN Wireless e a POST Luxembourg vai associar-se ao operador BASE, da Bélgica.»

Ou seja, é um acordo entre dois operadores aprovado por um governo e não uma iniciativa governamental porque a AGENDA DIGITAL da União Europeia já determinou o fim do Roaming a partir de 2020 em todo o espaço Schengen.

Ou seja, o senhor presidente de tantas instituições deve fazer-se valer das boas relações que tem com outros presidentes de muitas coisas para pressionar as empresas e não os governos…

Anúncios