A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai assinalar o 164.º aniversário de elevação a cidade com um vasto programa, nomeadamente um seminário sobre o território e as cidades do norte, uma sessão solene com a atribuição dos títulos honoríficos a personalidades e instituições, a ante-estreia do filme “O Cônsul de Bordéus” e o encontro de Janeiras.


Assim, no dia 20 de Janeiro, a cidade comemora o seu aniversário de forma solene. Pelas 09h30, na Biblioteca Municipal e organizado pela Autarquia e pela Escola Superior Gallaecia, tem início o seminário sobre “Território e Cidades do Noroeste Ibérico” que junta vários especialistas, autarcas e arquitectos que debaterão temas como o potencial de interacção entre as cidades médias do noroeste peninsular. Para as 18h00, estão marcadas as conclusões, a cargo do professor Manuel Correia Fernandes.


Esta iniciativa integra a sessão solene das Comemorações, na Biblioteca Municipal, pelas 18h00, altura em que a Câmara Municipal entrega os galardões dos títulos honoríficos a personalidades e instituições. Aprovados pelo executivo, que assim pretende demonstrar o seu apreço institucional aos cidadãos e instituições que tem honrado, prestigiado e promovido o Município, contribuindo para o seu progresso, desenvolvimento e prestígio, serão atribuídos vários títulos.


Alberto Marques Oliveira e Silva será distinguido postumamente como Cidadão de Honra por se tratar de uma “figura incontornável da vida política nacional, dedicou grande parte da sua vida às causas públicas, à defesa dos valores da liberdade e ao desenvolvimento social, cultural e económico do distrito de Viana do Castelo, servindo sempre com generosidade e dedicação o seu país”. Foi ministro, governador civil, deputado, responsável pela Misericórdia e teve um percurso de vida que, “pelas marcas indeléveis que deixou no exercício da sua actividade multifacetada, pela sua personalidade comprometida com o bem público”, lhe confere este título.


A Câmara Municipal vai também agraciar como Cidadãos de Mérito Manuel Enes Pereira (compositor, interprete, escritor e encenador, tendo escrito “A arte folclórica em Carreço); José Figueiras (etnógrafo, associativista, homem de cultura, tendo assumido  actividades de cidadania em prol da salvaguarda do património e da identidade local); Maria Antonieta Pinho (co-fundadora da Casa dos Rapazes, estando ligada à sua gestão e direcção há 50 anos. Distingue-se pelo seu trabalho de apoio social a crianças e jovens); Maria José Alpuim (professora do ensino básico que se especializou no ensino de crianças inadaptadas, tendo – se dedicado durante mais de 40 anos ao ensino especial); Armando Soares Pereira (ex-presidente da Assembleia Municipal e activo socialmente, tendo pertencido ao comité da UNICEF, aos Corpos gerentes da CNIS, foi presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social e Lar de Santa Teresa); Teresa Veloso de Freitas Sampaio, também conhecida por D. Teresa do Rancho de Carreço; e Manuel João Gomes da Cunha, popularmente conhecido pelo “ João Duro”, o artesão dos chinelos bordados.


Nas instituições de Mérito, a Câmara Municipal vai atribuir galardões ao Centro de Bem-Estar Infantil de Alvarães (obra social criada pelas Irmãs Missionárias do Espírito Santo para apoio social e ao apoio à infância); ao Clube de Ténis de Viana do Castelo fundada há 50 anos por um grupo de entusiastas da modalidade tem-se mantido como local de referência para a prática e ensino da modalidade; aoGrupo AVIC nos 70 anos na actividade dos transportes rodoviários; à Association Folklorique des Portugais de Riom fundada há 40 anos e dedicado à divulgação da cultura portuguesa em França, através da dança, dos cantares e dos trajes da região do Alto Minho; e àAssociação Cultural “ O Sol De Portugal” fundada em Bordéus há 30 anos, para a divulgação e promoção da língua e cultura portuguesas.


Pelas 21h30, na Praça da República, cerca de duas dezenas de grupos do concelho participam no Encontro de Janeiras de Viana do Castelo. A iniciativa tem como particularidade o facto de os grupos actuarem em forma de arruada, em vez de percorreram as casas e as ruas da cidade e a iniciativa integra actuações da Associação Sócio-Cultural dos Moradores do Núcleo Habitacional da Abelheira; a Associação Cultural e Recreativa de Vila Franca; a Associação Desportiva, Cultural e Social de Subportela; a Associação Desportiva de Chafé; a Associação Desportiva e Cultural de Anha; o Grupo de Danças e Cantares de Vila Nova de Anha; o Grupo de Danças e Cantares de Vila Nova de Anha; as Cantadeiras do Neiva; o Centro Recreativo e Cultural das Neves; a Escola de Folclore de Santa Marta de Portuzelo; a Escola de Música de Perre; a Ronda Típica da Meadela; a Fundação Maestro José Pedro; o Grupo de Danças e Cantares de Perre; o Grupo de Danças e Cantares de Serreleis; o Grupo Etnográfico da Areosa; o Grupo Folclórico de Santa Marta de Portuzelo; as Janeiras de Mazarefes; a Ronda Típica de Carreço e o Sport Clube Vianense.


Nos dias 21 e 22 de Janeiro, decorre em Viana do Castelo a ante-estreia do filme parcialmente rodado em Viana do Castelo: o Cônsul de Bordéus, no Teatro Municipal Sá de Miranda. O filme, apoiado financeiramente em Portugal pelo Ministério da Cultura/Instituto do Cinema e Audiovisual e pela RTP e, em Espanha, pelo Ministério da Cultura, é uma co-produção entre Portugal, Espanha e Bélgica, sendo realizado por João Correa e Francisco Manso e produzido pela TAKE 2000, do produtor José Mazeda.


O personagem de Aristides de Sousa Mendes é desempenhado por Vitor Norte. Do elenco destacam-se ainda os actores: Carlos Paulo, Leonor Seixas, Joaquim Nicolau, Pedro Cunha, São José Correia, Laura Soveral, Jorge Castro Guedes, António Capelo e os espanhóis Manuel de Blas, Miguel Borines e Monti Castinheiras.

Anúncios