O Marketing Territorial é um dos mais recentes paradigmas do grande grupo que compõe o estudo do posicionamento de produtos e marcas perante o consumidor. Ele foi criado para olhar para os territórios como se de produtos de tratassem num mundo onde as cidades competem entre si para atrair visitantes e novos residentes. Rapidamente, as maiores cidades do mundo começaram a ser medidas por rankings e daí nasceu o chamado City Branding (a criação de marcas únicas e inconfundíveis que tenham sempre por base as percepções de visitantes e residentes quanto aos “produtos” endógenos de cada território). 
até hoje ainda ninguém sabe quem foi o autor do novo logótipo

Vem isto a propósito do designado Plano de Marketing de Viana do Castelo que há cerca de um ano foi entregue a uma empresa sedeada em Lisboa, a ATIVISM, ao mesmo tempo que decorreu uma série de encontros do chamado Conselho Estratégico da Cidade. Baseada em 150 inquéritos (segundo o dado oficial…mas sabe-se agora que só foram auscultados agentes locais!!!), a empresa apresentou uma marca (?) com um coração vermelho onde está inscrita a palavra Viana. Esperava-se a apresentação do designado Marketing-Mix mas até hoje não existe qualquer plano conhecido e apenas se registaram alguns “arrufos” como os outdoors que foram colocados na cidade durante o Verão até à passagem de uma das etapas da Volta a Portugal e retirados depois de todos estabelecimentos comerciais do centro da cidade (e apenas esses) terem aderido à “febre do coração de Viana” com a distribuição de autocolantes por parte do município.

Entregue por 60 mil euros, o Plano de Marketing de Viana do Castelo vai afinal custar, de acordo com o Plano de Actividades do Município para 2011, 100 mil euros e a autarquia vai fazendo operações de marketing (?) mensais com slogans ao sabor dos gostos de quem Governa e coordena a agenda das actividades no município e sem qualquer estudo prévio. Além disso, o “guião” do uso da marca (?) é adaptado pelo agora designado Gabinete de Tecnologias de Informação e Comunicação consoante as necessidades do momento.
Anúncios